A Copa do Mundo… desculpa, dos Neymar

BRASIL-X-CAMAROESTenho assistido os jogos que o Brasil vem realizando na Copa do Mundo… (desculpa, dos Neymar), não na Globo mas na Band pois lá os comentaristas sempre deixam escapar algo que não está no script e, muitas vezes, são informações relevantes, que definem o quadro real da situação.

Foi assim no último jogo contra Camarões, tão aclamado como uma goleada do Brasil em cima do fraco time africano. Fraco? Um time que deu trabalho para os jogadores da seleção brasileira mas que “curiosamente” abria o campo para a passagem do Neymar Jr. Achei curioso isso.

O Neymar Jr. já não é mais o craque de antigamente… está cansando rápido demais, já não tem aquela ginga de alguns anos atrás, drible… bom faz tempo que ele não faz um… Tentou no último jogo um passe que a TV mostrou pois achavam que seria um sucesso, mas a brasuca escapou de seus pés escorregadios.

Até o goleiro de Camarões parecia paralisado diante do “fenômeno”… desculpa, de novo, o “fenômeno” é o Ronaldo, então como direi… paralisado diante do “brilho” do Neymar Jr. e quando a bola ia para um lado o goleiro ia para outro…

O que tem a ver estas coisas com o comentarista da Band?

Então, eu assistia o jogo fraquinho que a nossa Seleção fazia e procurava uma resposta para a seguinte pergunta: como pode essa seleção jogar tão mal e fazer 4 gols e como pode o Camarões atrapalhar tanto e só fazer 1 gol?

Com Neymar Jr em campo a seleção não jogava! Quem jogava era ele e jogavam para ele… até os adversários abriam caminho para facilitar o jogo do guri! Quando ele saia de campo a Seleção se articulava e jogava bem.

Lá pelas tantas um dos comentaristas da Band me respondeu a esta dúvida cruel… Uma frase, uma simples frase, dita sem preocupação, revelou todo o bastidor, não só deste jogo, mas de toda a Copa do Mundo… desculpa, dos Neymar.

O que ele disse? Só isso: O Neymar pai estava hospedado no mesmo hotel da Seleção de Camarões!

Entendi tudinho! Até o empurrãosinho do A. Nyom no Neymar Jr. foi encomendado.

Entenda o que aconteceu: o Neymar pai é um marketeiro de mão cheia. Os riquíssimos patrocinadores do Neymar Jr querem que ele apareça para que as marcas patrocinadoras também apareçam, por isso estão pagando e pagando bem. Em campo, a seleção não existe, o que existe é o Jr jogando aquele futebol, digamos, fraquinho.

Eu entendi mais coisas… mas isso basta por enquanto. Só não entendo como a FIFA ainda não percebeu que a sua Copa está virando a Copa dos Neymar…

Que a imprensa continue a idolatrar esta figurinha é coisa normal. Afinal, babaram quando Lula foi eleito e o exaltaram até cansar. Depois, quando Neymar não der mais nada, vão contratá-lo para ser um dos comentaristas ao lado do Casagrande, do Ronaldo “fenomeno” e do Galvão!