A cabeça da serpente avançou demais!

esquerda-direitaA Esquerda brasileira trabalhou todos estes anos de governo do PT com a segurança de alguém que imaginou a população mais esquerdista do que ela própria. A diminuição de fiéis na Igreja Católica, o aumento da gritaria e pressão de gaysistas, a entrega indefesa de cidadãos honestos diante da violência criminosa trouxe para os esquerdopatas a impressão que o Brasil é mais esquerdista do que eles mesmos. Engano! Esta serpente chamada esquerda brasileira (dividida em minúsculos ou grandes partidos) avançou tanto que desgrudou sua cabeça do corpo e agora, o corpo, centrista e não esquerdista, teima em avançar, deixando a cabeça isolada da opinião pública. A mídia, super, hiper bem paga, através de pesquisas “científicas” quer provar o contrário tentando fazer esse grande corpo centrista pensar que todos são da esquerda e seguem a cabeça da serpente. A esquerda preparada para dividir os votos esquerdistas nas manipuláveis urnas eletrônicas acordará amanhã com uma grande incerteza: Será que a Dilma passa para o segundo turno? Será que o bolsa-família é suficiente para pagar a manutenção no poder? A cabeça se descolou do corpo da serpente que parece enrolado em algum toco não querendo avançar. Países em que a esquerda perdeu força ela não recuperou mais…